sexta-feira, 8 de junho de 2012

AMOR QUE PARTE


Esta solidão
Chama que arde, desatando laços, calando a dor que grita ou os soluços encarcerados pelo silêncio
Esta solidão
Ar poluído, enfraquecendo a fé
Incertezas que se avolumam, ocupando o espaço do teu olhar
Ondas que derrubam as fantasias, dificultando o amanhecer
Esta solidão
Saudade que transforma sonhos em melancolia
Tempo de prontidão e entrega
Momento de escuta e de opções
Amor que parte, deixando na alma, o sabor desfolhado

2 comentários:

  1. Muito bonito, me lembra bastante como tenho estado esta semana e especialmente ontem.

    ResponderExcluir